quinta-feira, 8 de setembro de 2011

O Incrível Tom Platz

O Incrível Tom Platz


" Tom Platz "! Apenas a menção de seu nome para qualquer fisiculturista hardcore dedicado, em qualquer parte do mundo, em qualquer momento, e você o terá imediatamente sob sua atenção! Quando você simplesmente considera o quanto esse cara tem modificado a própria aparência e "shape" como um todo, então você poderá convencer a sí mesmo a acreditar em magia! Bem, o que eu quero dizer é que o sujeito tem tido muitas desvantagens contra ele não acha?Todo mundo continua dizendo "Certo, ele tem as maiores coxas no mundo todo, mas a porção superior de seu corpo está muito, muito abaixo em comparação". Quando Tom apareceu na competição do IFBB Mr Olympia 1981, quase todo mundo ficou com a mente chocada ante à incrível visão deste novo Tom Platz. A profundidade, a densidade e a aparência rasgada de cada única parte corporal salientava-se tão absolutamente que algumas pessoas simplesmente não puderam acreditar em seus próprios olhos.Embora muitas pessoas estivessem chocadas por esta exibição de puro músculo em Columbus, Ohio, haviam algumas que não ficaram tão surpresas assim. Uma destas pessoas era Mike Mentzer:" Tom Platz treinou extremamente duro o ano todo para a competição de Mr. Olympia da IFBB. Ele foi o único sujeito dentro do Gold's Gym que
treinou duro durante todo o inverno. Ele simplesmente ia ao

 fracasso em cada série e repetição, e eu me lembro de declarar para meu irmão Ray que aquele devia ser um sujeito sério! Eu não tinha nenhuma idéia de como ele estava parecendo debaixo de suas roupas de moletom, mas quando eu o vi na piscina ao lado da minha casa logo antes da competição eu simplesmente não pude acreditar em meus olhos. Ele tinha acrescentado 5,5 kg de puro músculo apenas sobre a porção superior de seu corpo. Agora, seus deltóides, 

peitorais, e dorsais quase se igualam a suas pernas incríveis que estão entre os maiores fenômenos médicos que eu já vi! Eu sabia que ele seria incrível no Olympia ". Outro entusiasta dos músculo, e não menos surpreso pela melhoria em Tom Platz foi o importante campeão canadense de musculação, John Cardillo, talvez o fisiculturista de treinamento mais intenso que já treinou no Canadá. Isto é o que ele me falou depois de uma visita ao Gold's Gym 

durante o inverno de 1981: " Platz está treinando como um homem possesso. Eu nunca vi qualquer coisa igual a isto. A intensidade que ele põe em cada série deve ser testemunhada para que se possa acreditar. Na realidade, ele às vezes grita por causa da intensa dor que cresce dentro de seus músculos. Você deveria ir e deveria ver isto por você mesmo "! E assim eu fiz. Duas visitas à Califórnia durante 1981, e eu simplesmente não pude acreditar na diferença entre o Tom Platz que eu vi em março deste ano para o que eu testemunhei em agosto, apenas a cinco ou seis semanas antes do "Big O". Durante minha primeira visita em março, para o IFBB Califórnia Grand Prix, eu já quase que não reconheci o " Grande 

Tom Platz ". Ele estava fungando e arquejando e lutando como o diabo, ao fazer desenvolvimento por trás do pescoço, em pé, na máquina de Smith, que é um tipo máquina para exercícios de pressão, que corre através de guias de aço. Quando ele alcançou o ponto onde ele não podia executar outra repetição em movimento rígido e correto, com seus ombros, Tom mudou o exercício para tipo de impulso, ou empurrão para cima. Ele agachava levemente, flexionando um pouco seus joelhos tal como os levantadores olímpicos fazem, até que a barra ficasse sobre sua cabeça. Daí por diante, ele se concentrava em resistir à barra o máximo que podia, até que esta retornasse aos seus ombros. Estes impulsos seguidos por fase negativa eram mantidos até Tom não tivesse mais força ou energia nem mesmo para flexionar seus joelhos! Quando a série acabava, ele desmoronava sobre o banco, e rapaz! Seria porque ele estaria fora de forma?!


Isso é certo o, "Grande Tom Platz" tinha se permitido inflar igual a um balão, direito até 107 kg, logo depois do 1980 IFBB Pro Mr. Universe, no qual ele colocou-se em segundo lugar. Sua cintura estava pesada. Seus quadris estavam pesados, de fato, tudo nele estava malditamente pesado. Mas tudo aquilo mudaria, e 

brevemente Tom Platz apresentaria ao mundo um dos corpos mais surpreendentes que alguma vez já foi visto. Ao voltar ao Canadá eu praticamente desprezei a idéia a respeito de Tom Platz e sua preparação e treinamento para o Mr Olympia que viria, até que o editor da Muscle Mag, Bob Kennedy me mandou novamente de volta até a Califórnia para procurar material para ele usar em seu novo livro " Hardcore Bodybuilding ". "Consiga para mim algumas fotos no estilo ação de verdade, Chris. Eu não estou interessado em fotos de poses! ", disse Bob enquanto eu me voltava para o leste, na direção da " Terra dos Campeões ". Agosto de 1981 era uma boa época para estar na Califórnia: Gray (Rocky) DeFerro estava treinando duro no "World Gym" do Joe Gold, junto com Roy 


Callendar, Bertil Fox, Samir Bannout e Bronston Austin. Logo acima, no Gold's Gym, você poderia assistir Mike e Ray Mentzer, Andreas Cahling, Reid Schindle, Ron Koontz e Robbie Robinson, todos treinando em um momento ou outro. Havia também o Tim Belknap, no processo de transformar-se em apenas três semanas, e vencer a prestigiosa competição de Mr. América daquele ano.
Enquanto todos estes grandes campeões do bodybuilding estavam treinando cada um em sua fábrica de músculos particular, havia um fanático loiro usando ambos os empórios de músculos, e esse era o único e sem igual Tom Platz. Tom usava ambas as excelentes instalações do World Gym e do Gold's Gym, e ele fez de si mesmo o assunto das conversas na cidade, prosseguindo através de tais treinamentos brutalmente intensos jamais vistos, até mesmo pelo mais ardente dos observadores. Desde aquela ocasião, muitas pessoas tem me perguntado sobre como Tom Platz realmente treina, e enquanto não há verbos e adjetivos que façam justiça ao treinamento que ele realmente faz, eu tentarei cumprir esse pedido da melhor maneira possível, com fotografias e palavras que são apenas secundárias à própria experiência. Em primeiro lugar, Tom faz seu primeiro treinamento diário às 9:00 de todas as manhãs, ou no Gold's, ou no World Gym, dependendo de suas necessidades ou inspiração. Ele chega ao ginásio em seu Corvete vermelho novinho em folha, acompanhado por seu amigo e parceiro de treinamento, um cara grande, com um visual estilo Tom Platz, de quem o nome me foge à lembrança.Invariavelmente vestido desde a cabeça até os dedos dos pés, em sua vestimenta completa de treinamento, Tom carrega um saco com uma boa provisão de pó de giz que ele usa liberalmente em suas mãos antes de cada e toda série, o qual eventualmente acaba cobrindo cada mancha de suor em seu corpo, ao final de outro treinamento brutal. Depois de cumprimentar o pessoal no ginásio, Tom sempre procura um canto do ginásio donde ele passará pelo menos vinte minutos fazendo exercícios de alongamento, antes mesmo que ele toque em algum peso. Tom senta sobre o chão em uma posição tipo abertura de pernas, enquanto estira lentamente cada um dos principais grupos musculares em seu corpo inteiro, até que ele sinta que seus músculos foram aquecidos e foram revitalizados e também que suas juntas estejam lubrificadas o bastante, e prontas para a tarefa a cumprir.Em todo o tempo em que eu observei Tom Platz treinar durante o período que eu passei na Califórnia, eu realmente não posso dizer que eu o vi treinar com cargas muito pesadas. Talvez com exceção para a Máquina de Agachamento Hack, onde Tom realmente empilhava discos conforme ele torturava suas coxas até a submissão muscular total. A máquina de Agachamento Hack era usada no lugar do exercício favorito de Tom, o agachamento completo. Seu parceiro de treinamento já tinha me falado antes que Tom tinha excluído intencionalmente o agachamento porque ele não queria que suas coxas parecessem muito grandes no Olympia!
A essência da rotina de peitorais de Tom Platz era realmente bastante simples e parecerá como um choque para esses entre vocês que pensam precisar de todas essas sofisticadas máquinas com resistência variada para peitorais, etc. Para isso, Tom Platz usava principalmente e basicamente dois exercícios básicos com os quais, grandes notáveis como Arnold, Franco, Draper, Fox e incontáveis outros construíam seus próprios soberbos peitorais. E estes dois exercícios eram o desenvolvimento supino, e flyes com halteres, mas os antecessores dele nunca os executaram do modo que Tom Platz fez!Tom começou seu treinamento de peitorais com o dumbell fly. Ele elevou a extremidade de um banco em aproximadamente 15 cm, de forma que isto ficou levemente inclinado. Deitou-se sobre o banco de forma que sua cabeça ficava no topo, ou na parte inclinada onde Tom elevou suas pernas cruzadas, para fora do chão, manobra essa que impedia suas costas de arquearem quando o exercício ficava quase que insuportável. Em sua primeira série, Tom usou um par de halteres bastante leves, usados para aquecer seus peitorais e ombro e articulações anexas em comum. Ele abaixava cada haltere sempre um pouco mais, em cada repetição, de forma que seus músculos, tendões e articulações fossem se familiarizando para com o incrível estiramento que receberiam depois.
Depois de um breve descanso, Tom escolheu um par de halteres de 27 kg da prateleira de halteres no Gold's, e ele estava pronto para começar sua primeira série de verdade. Mantendo seus braços 



flexionados o tempo todo, Tom os abaixava bem abaixo o quanto possivelmente poderia, e você pode ver nas fotos que isto 


significava diretamente para baixo! Na realidade Tom parecia a cada vez estar tentando baixar seus cotovelos tão abaixo, que talvez um dia que eles poderão até mesmo tocar o encosto do banco abaixo de suas costas! Desta posição muito, muito baixa, Tom contraía seus peitorais até elevar os halteres diretamente até acima deles. Na realidade ambos os halteres estavam apenas a aproximadamente 15 cm de distância de seus peitorais superiores quando eles eram eventualmente devolvidos novamente à posição inicial. A intensidade posta neste exercício básico muito muito simples aqui, realmente deveria ter sido vista para ser apreciada. Quando Tom Platz treina até o fracasso, você vê que ele não treina até o fracasso do modo como qualquer um faz, porque quando a maioria das pessoas alcança o fracasso muscular em um exercício, Tom Platz está apenas começando sua série!Isso é certo, quando Tom alcança um ponto na série quando ele simplesmente não pode fazer outra repetição, não importa o que seja, ele então começa a fazer outras pequenas coisas àquele músculo que agora só tem que fazer isto crescer. Por exemplo quando ele chega ao fracasso no exercício de dumbbel fly acima mencionado, Tom segurará os halteres na posição contraída por alguns breves segundos inspirando e expirando profundamente, dando a seus pobres músculos quase mortos, um novo fôlego de vida. Então ele começa novamente, depois deste curto descanso até que uma vez mais o fracasso começa. Daqui, Tom abaixará os halteres muito lentamente em puro estilo negativo, e porque ele está muito fraco para ergue-los de volta, ele é forçado a contraí-los usando a força de seus tríceps.
Platz continua sem parar, desse modo, até que mesmo isto seja muito para o músculo suportar, e tudo o que ele é capaz, é fazer os halteres descerem e subirem apenas algumas polegadas em puro estilo "burns"! Só Tom Platz conhece a sensação de queimação que esta acontecendo dentro de seus músculos e o que eu posso dizer é, antes ele do que eu! Freqüentemente, eu sentia meu próprio estômago revirar conforme ele continuava sem parar durante uma série, completamente inconsciente de quaisquer sons e visões ao redor dele. Obviamente, ele tem que ter controle completo sobre a sensação de dor intensa, porque eu duvido que qualquer outra pessoa no mundo poderia suportar tal quantia de tortura. Mas de modo muito estranho, ele sempre parecia ter controle total sobre cada única repetição, não importa o quanto difícil fosse. Tom Platz fez muitas e muitas séries deste exercício aqui, e quem sabe, talvez tivessem sido seis ou dez ou até mesmo mais. Eu não contei. Ele descansava uns bons três ou quatro minutos entre cada série e por causa da intensidade crescente em cada série, ele era forçado a reduzir as cargas em algumas das suas séries, enquanto só podia finalmente trabalhar com um par de 18 kg.
Quando ele decidiu que era o bastante neste movimento de fly, ele foi para cima de um banco reto para algum exercício de pressão. Até mesmo antes de que ele chegasse ao banco, a área inteira, especialmente a parte superior de seus peitorais estava inflada como dois balões. Incrivelmente eu assisti Tom Platz usar apenas uma barra Olímpica mais duas anilhas de 20 kg para suas séries de desenvolvimento supino! Porque seus músculos peitorais estavam em tal um estado de esgotamento muscular temporário que Tom só tinha a força dos músculos de seus tríceps relativamente frescos e fortes em quem confiar. Mas este tipo de pré-exaustão era exatamente o que Mr. Platz buscava e ele não se preocupava nem um pouco com quanto peso estava na barra. Ele queria atear fogo aos seus músculos peitorais, e era o modo para fazer isto. Afinal de contas ele já tinha pago a própria justa cota de supinos pesados regulares no passado. A pegada que ele usou para este exercício de pressão poderia ser descrita como estreita para os padrões de hoje e isto lhe permitia manter seus antebraços quase que paralelos ao longo da maior parte do movimento. Ele usou uma empunhadura " falsa " que permitia que a barra se acomodasse completamente na parte carnuda das palmas de suas mãos, enquanto eliminava completamente a necessidade de preensão com o uso de seus dedos polegares. Uma vez mais ele fez muitas repetições muito rígidas, enquanto apertava e contraía os peitorais toda vez que ele empurrava na barra. Quando eu pensei que ele nunca empurraria a barra para longe de seus peitorais, Tom inspirava e expirava com um pouco mais de vigor, e veria aquela barra começar a mover-se lentamente para cima novamente. Quando finalmente a barra não se moveria até mesmo uma polegada, Tom arqueava ligeiramente suas costas de forma que ele pudesse começar a roubar um pouco. Isso exigiu a quantia certa de roubo para conseguir que aquela barra continuasse de novo, para que Tom pudesse agora concentrar-se em baixa-la, ou na parte negativa do movimento.
Rapidamente, até mesmo esta forma de roubar ficava bastante ineficaz, e agora, o parceiro de treinamento de Tom rapidamente agarra a barra dando apenas ajuda o bastante, de forma que isto continue se movendo. Agora, todas as contrações são negativas, pois até mesmo o grande Tom Platz ficou muito fraco para empurrar a barra por outro centímetro sequer. A parte negativa do exercício parecia levar um tempo longo e terrível, enquanto eu me maravilhava com a energia, resistência e habilidade de Tom para resistir a dor tão intensa.Depois de talvez oito incríveis séries deste supino ter sido completadas, eu decidi que eu não poderia ficar para ver qualquer coisa a mais desta tortura, e assim eu deixei o ginásio. Eu não sei se Tom treinou mais seus peitorais nesse dia, mas eu espero sinceramente que ele não o tenha feito. Um dia eu o vi no World Gym, onde ele estava acabando de treinar seus abdominais na cadeira romana. Ele estava compartilhando o exercício com outro top campeão abdominal Ed Guilliano. O Tom estava usando uma suadeira puramente branca, e ele parecia absolutamente volumoso. Os ombros dele pareciam mais largos do que antes, e seus deltóides em particular pareciam de outro mundo. Depois que Tom terminou seu trabalho na cadeira romana, ele escalou sobre uma prancha abdominal num ângulo de 45°, com os joelhos curvados, e partiu direto para uma série de flexões abdominais com suas mãos cruzadas sobre seus peitorais. Ele trabalhou neste exercício exatamente como ele trabalhou suas outras partes corporais, e isso significou direito até um completo e extraordinário fracasso muscular.
Na realidade quando Tom não pode mais mover a porção superior de seu corpo em sequer algumas polegadas, ele ainda continuou tentando e tentando até que parecia agora como se ele estivesse em pesadas contrações isométricas! Sem saltar fora da prancha abdominal, agora Tom mudou este exercício em um construtor de oblíquos porque seus pobres músculos abdominais frontais estavam simplesmente gritando por alívio. Ele agora torcia lateralmente seu tronco para a esquerda de um modo que parecia como se a porção 



superior de seu corpo iria cair para fora do banco para o lado direito. Em seguida, ele acomodou-se novamente sobre o banco usando apenas a força e poder de seus músculos oblíquos. Daqui, ele repetiu o mesmo movimento para o lado direito, e continuou deste modo de maneira alternada até que ele não podia mais sair para fora do banco!Enquanto tudo isso pode soar bastante incrível e talvez até mesmo inacreditável para alguns de vocês, deixem-me lhes falar que isto não é nada quando comparado ao dia em que eu vi Tom Platz executar outro exercício básico muito simples, roscas com halteres, mas é claro que, como eles podem ser simples quando feitos no estilo do Tom Platz?Para estas roscas, Tom usou um banco de desenvolvimento sentado, com a inclinação fixada num ângulo muito abrupto de 85°. Ele executou estas roscas com halteres de modo alternado, começando-as com as palmas de suas mãos voltadas na direção de seu corpo e então girando-as conforme os halteres ganhavam altura. Ele permitia que o haltere que estivesse sendo movido continua-se sendo conduzido até acima de seus ombros, e enquanto seus cotovelos estavam sendo elevados, Tom contraia o músculo biceps com tanta dureza quanto ele possivelmente poderia, antes de que ele finalmente o abaixasse lentamente de volta ao início. O Tom parecia fazer muitas repetições na sua primeira série pesada, e novamente eu simplesmente não pude acreditar a habilidade dele para resistir a tanta dor. Conforme as repetições aumentavam em dificuldade, eu pensei que as maçãs do rosto dele poderiam estourar direito através de sua pele, tal era o esforço e a potência necessários para manter esses halteres em movimento! Quando as coisas ficavam realmente muito ruins que não restava nenhuma quantia de força para conseguir outra repetição rígida e em boa técnica, Tom elevava seus quadris direto para fora do banco, a tal ponto que praticamente ficava em pé, e esta ação o permitia continuar a série enquanto seus pobres e velhos músculos bíceps desejavam saber que inferno estava acontecendo com eles!
Rapidamente Tom estava novamente preso e agora ele fez algo que eu nunca vi ser feito antes, numa tentativa dele em avançar a causa da intensidade. Ele largou um dos halteres sobre o chão e imediatamente começou a concentrar-se no haltere que foi deixado em sua outra mão. Aparentemente, porque ele agora só tinha um braço para o qual se concentrar, isto significou que ele de fato pudesse continuar com até mesmo mais repetições. Por causa do efeito enfraquecedor que estava explodindo dentro do seu bíceps, Tom foi forçado a impulsionar o haltere até a altura de seu ombro. 


by Chris Lund (1983)Daqui ele poderia permitir o haltere lentamente descer "negativamente", e não importa o quanto difícil qualquer repetição poderia ser, Tom tentava dar o seu melhor, quase que permitindo àquele haltere subir. A série, e ele fez pelo menos outras seis ou algo assim, deve ter durado até cinco minutos de duração, ainda não terminara, enquanto Tom começava a oscilar aquele haltere para frente e para trás até que a dor não pudesse mais ser suportada, até mesmo pelo grande Tom Platz! Este movimento de oscilação e contração do tipo isométrica, quando o músculo estava sofrendo uma carga de trabalho muito intensa, parece ser uma técnica popular para o próprio Tom, porque eu me lembro de vê-lo apenas elevar ou oscilar de um lado para o outro uma barra em relação a suas coxas - para algumas polegadas para longe de seu corpo ao terminar sua rotina de ombro e surpreendentemente ele usou uma barra de apenas 32 kg!!! Quando freqüentemente nos relatam que o segredo para grande desenvolvimento reside na antiquada receita de trabalho duro e mais trabalho duro, nós às vezes podemos desprezar este fato em preferência do caminho muito mais fácil do uso de drogas, etc. Nós desprezamos o ponto sobre trabalho duro porque nós sabemos muito bem que quase todos os "top champions" usam drogas em algum momento ou outro em seus treinamentos. Infelizmente entretanto, a drogas não são o único fator na tarefa de aquisição de músculos maiores e para a construção de um grande físico, porque como Casey Viator uma vez me disse, "Eles pensam que tudo o que nós fazemos é empurrar esteróides para dentro de nossas gargantas. Bem, cara, deixe-me te dizer que eu estou no ginásio quatro horas por dia, seis dias por semana, esfolando o meu rabo"! Não, as drogas definitivamente não são a razão por que Tom Platz fez os incríveis ganhos que ele tem conseguido em tal curto período de tempo. O sucesso dele é totalmente um resultado de seus incríveis métodos de treinamento, sobre os quais você acabou de ler. Um dia, se ele continuar mantendo-se tão motivado para o bodybuilding como ele está agora, então eu acredito que seu corpo bem poderá se assemelhar a essas caricaturas de homens musculosos disponíveis atualmente na forma de posters. Ou em outras palavras, ele será incrível!Durante 1982, eu viajei novamente até o Gold's Gym e o World Gym na Califórnia em um esforço para observar e fotografar o grande Tom Platz enquanto ele conduzia-se a si mesmo através de mais torturantes treinamentos pré-Olympia. Como sempre, a visão de Tom treinando com os pesos é inspiradora para a alma, mas eu percebí que algo estava errado. Várias vezes durante um treinamento de braços Tom teve que parar completamente o treinamento para receber terapia de manipulação de seu parceiro. A grande quantidade de bandagens e fita enroladas ao redor de seu biceps direito revelou tudo. Há apenas três semanas antes do Olympia de 1982, Tom lesionou severamente os tendões do seu biceps direito, e foi aconselhado por seu médico a imediatamente parar completamente o treinamento. Em outras palavras, abandonar seus planos de entrar no Olympia!Como o verdadeiro campeão que Tom Platz é, ele foi contra o conselho do médico e continuou seu treinamento para o Olympia. Agora já é história que Tom Platz, colocou-se apenas em sexto em Londres. De volta à Califórnia, Tom foi diretamente ao hospital para ter seu braço operado, para o que ele precisará de muitos meses de repouso e recuperação depois da operação. Vamos esperar que ele se recupere a tempo para outro ataque ao Mr Olympia da IFBB, porque ganhando ou perdendo, Tom Platz é o fisiculturista vivo que com mais dureza treina!

by Chris Lund (1983)

(TRADUÇÃO: KLEBER NUNES)

https://blogger.googleusercontent.com/tracker/1560184782094835468-9170907422823727940?l=carlinhafitness.blogspot.com






2 comentários:

  1. Ótimo artigo, obrigado!

    ResponderExcluir
  2. esse tom platz é o camarada que inspira qualquer um a malhar

    ResponderExcluir